Main menu

(11) 3717-5537

(11) 3090-5537

Como surgiu a Microsoft?

07/11/2018
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

 

Independente das preferências de cada pessoa relacionadas ao mundo digital, sabemos que algum produto ou serviço da Microsoft já foi utilizado pela maioria dos usuários de tecnologia em determinados momentos. A grandiosidade da empresa é reconhecida mundialmente e suas contribuições para os avanços tecnológicos são inúmeras. Mas você sabe como essa gigante iniciou sua jornada no mercado?

Hoje, nós responderemos a essa pergunta com detalhes fundamentais sobre a fundação da Microsoft e seu desenvolvimento ao longo dos anos.

Nasce a Microsoft

Em 1975, Bill Gates e Paul Allen – amigos de colégio – decidiram transformar a paixão em comum por computadores em um pequeno projeto de nome Microsoft (junção entre as palavras inglesas microcomputer e software) nos Estados Unidos.

O crescimento

De forma geral, podemos dizer que a Microsoft apresentou-se como um projeto promissor desde o início. No final do ano de 1976, a empresa alcançou balanço de $16,005, uma receita impressionante para a época.

Apenas dois anos depois a Microsoft chega ao Japão com seu primeiro escritório internacional, em uma parceria entre Bill Gates e Kazuhiko Nishi, que durou até o ano de 1986.

É importante lembrar que a empresa também deu largos passos no mercado norte-americano, onde em 1978 já contava com nova sede e nova equipe.

Os primeiros produtos

Quando falamos sobre a ascensão da Microsoft no mercado, precisamos citar alguns produtos que colaboraram intensamente para tal acontecimento. Como é o caso do Basic – e seus variantes – que se destacou como a principal linguagem de programação entre os anos 70 e 80.

Neste sentido, vale citarmos também o Z-80 SoftCard, primeiro hardware lançado pela equipe Microsoft, levado ao público em 1980.

Além disso, temos ainda uma versão alternativa do Unix, lançada também em 1980, que se tornaria o primeiro sistema operacional desenvolvido pela empresa e um dos grandes responsáveis pelo sucesso que conhecemos hoje.

Nessa mesma época, Bill Gates formou um importante laço com Steve Jobs, com a intenção de participar de um novo projeto da Apple. De acordo com parte das pessoas que conhecem esta história, Gates teria copiado a interface gráfica do Macintosh (primeiro computador pessoal da Apple com recursos avançados para trabalhar com imagem, som e vídeo) para vender algo semelhante através da Microsoft. Quando Steve Jobs descobriu o acontecimento, a parceria foi desfeita.

A ascensão

Foi durante a década de 1980 que o grande sucesso da Microsoft aconteceu, através de um acordo com a IBM (Internacional Business Machine), Gates e Allen propuseram-se a desenvolver um sistema operacional para uso no novo computador da empresa.

Porém, com um sistema incompleto, foi preciso que buscassem pela aquisição do Q-DOS, da Seattle Computer Products, para que pudessem aprimorá-lo e transformá-lo no MS-DOS (Microsoft Disk Operating System), que viria a ser o primeiro sistema operacional em disco da Microsoft.

Apesar dos esforços, quem pontuou neste momento foi Steve Jobs, com o Apple Lisa. A interface do MS-DOS não chamou tanta atenção quanto a que foi destaque pelo concorrente, que contava com interface gráfica e operação de teclado combinada com uso de mouse.

Apesar disso, os fundadores da Microsoft haviam adicionado uma cláusula no contrato com a IBM que garantia que os computadores da empresa utilizassem exclusivamente o sistema MS-DOS. Foi assim que este se tornou o padrão da época, para ser futuramente substituído pelo Windows, que contribui com o domínio da Microsoft em relação ao mercado de sistemas operacionais.

Do Microsoft Windows ao Azure

Para facilitar a utilização dos computadores, a Microsoft desenvolveu, em 1985, o Windows 1.0, sistema que utilizava o recurso do mouse, capacidade de utilização de recurso multitarefa, ícones, aplicativos, jogos, interface colorida e outras novidades cativantes.

Com isso, a credibilidade da empresa cresceria ainda mais, conquistando novos fãs ao redor do mundo e garantindo a total consolidação da marca no segmento da tecnologia, que ao longo dos anos passou a apresentar versões de produtos para usuários domésticos e corporativos.

Passando aos anos seguintes chega o Office, composto de um pacote de aplicativos com editor de texto, planilha eletrônica, banco de dados, controle de e-mails. E na sequência, é lançado o banco de dados SQL Server.

Avançando para o ano de 2010, a Microsoft lança a sua primeira plataforma de computação em nuvem, o Azure, destinada à operação de serviços e aplicativos baseada no conceito de contratação e manutenção de ambientes computacionais à distância.

Além de outros produtos e serviços que destacamos, como o Bing (pesquisa na internet), Xbox (console de games), MSN (Microsoft Network – serviços digitais) Surface, entre outros.

Nos dias de hoje

Como sabemos, a Microsoft continua sendo referência quando falamos sobre empresas capazes de desafiar os limites da tecnologia. De acordo com todas as informações ao decorrer do texto, compreendemos que a “rivalidade” criada entre a empresa de Bill Gates e a Apple, de Steve Jobs, é bastante antiga e traz consigo uma grande bagagem.

Ambos os criadores possuem seus méritos inegáveis, e neste sentido, não importam as preferências, já que estamos falando sobre gênios do universo tecnológico.

Serviços Microsoft com a TND

Na TND Brasil, oferecemos diversos produtos, serviços e soluções baseados na tecnologia Microsoft. Para conhecer todas as opções que elevarão o desempenho do seu negócio, entre em contato conosco através dos telefone de números (11) 3717-5537 ou (11) 3090-5537 e a nossa equipe lhe ajudará a encontrar as melhores condições para sua empresa.

 

 

Fale Conosco

Nome

E-mailAssunto

Mensagem




0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×