Seg - Sex 07:00-20:00
Seg - Sex 07:00-20:00

Google apresenta resultados sobre os pedidos de remoção de conteúdo

Google

Além da crescente preocupação do vazamento de dados na internet principalmente relacionado aos governos em todo o mundo, onde os Estados Unidos foram acusados de espionar informações importantes e sigilosas, houve também um aumento em torno de 68% no número de pedidos de remoção de conteúdo publicados na internet por difamação, privacidade, críticas a governo, entre outros, de acordo com os resultados apresentados no mais recente relatório de transparência do Google referente ao período de janeiro e junho de 2013.

A internet se tornou uma ferramenta muito importante na divulgação de todo o tipo de informação, mas muitas pessoas e governos se acham ameaçados quando algum tipo de conteúdo vaza pela rede mundial de computadores, sobretudo que cada vez mais as pessoas se conectam, e portanto podem buscar a todo o tipo de informação sem censura.

Devido a esta liberdade é que diariamente empresas, órgãos, governos e pessoas solicitam que sejam retirados diversos conteúdos, desde links a vídeos, que podem comprometer a honra, quebrar a privacidade ou vazar informações muito importantes, como também violar direitos autorais.

Países que lideram o pedido de remoção de conteúdo são Turquia e Rússia, enquanto que o Brasil vem perdendo posições no ranking elaborado pelo Google.

Vale ressaltar que nem todos os pedidos de remoção de conteúdo acabam chegando nos tribunais, pois o Google é bem ágil em responder e retirar o material, contudo quando avalia-se que não há algum tipo de prejuízo grave a honra, imagem ou direito autoral, cerca de um terço dos casos acabam como ação na justiça.

Veja os gráficos publicados com os resumos de todas as solicitações do Google Transparency Report:

Período - RelatórioRelatório - Por Motivo

Leave a Reply