Seg - Sex 07:00-20:00
Seg - Sex 07:00-20:00

Excesso no uso da internet leva mulher a ser internada em clínica

Na era da internet, novos problemas começam a surgir, principalmente referentes a casos extremos de pessoas que acabam se viciando no uso descontrolado da rede virtual.

Lucélia Cristina Paes, 26 anos, sofreu com as consequências trazidas pelo universo tecnológico, ela passa por distúrbios decorrentes do vício de uso da internet, e há mais de três semanas encontra-se internada em uma clínica médica na cidade de Araçoiaba da Serra, Estado de São Paulo.

A clínica, ainda que criada para reabilitar pessoas viciadas em drogas, recebeu Lucélia como o primeiro caso por dependência da internet com o mesmo quadro de sintomas de um dependente químico, tendo ansiedade, irritação, calafrios e depressão, e a partir de um processo inicial denominado pela clínica de reinserção no mundo real, o tratamento se estenderá para um período de três meses.

A iniciativa da internação partiu de sua filha mais velha e de sua própria mãe, que ao verem a situação dramática, decidiram procurar por ajuda.

Lucélia começou o seu contato com a rede mundial há seis anos, introduziu-se na ocasião para realizar pesquisas e criar um laço de amizades através da mídia social Orkut, aderindo posteriormente ao Facebook ocupando os horários das madrugadas para conversar com seus contatos virtuais. Gradativamente foi aumentando a carga do tempo de conexão, até tornar-se completamente dependente.

Perdeu a noção do tempo abandonando compromissos importantes até chegar no esquecimento de preparar o almoço para a família e levar os filhos para a escola. O marido pediu a separação e assim Lucélia entrou em depressão.

Comprou um celular configurado com três chips de operadoras distintas e permanecia o tempo todo conectada na internet, contudo no trabalho foi proibida de utilizar, e na hora do almoço ao invés de se alimentar, corria para o armário onde o aparelho ficava guardado e se conectava.

Os malefícios do vício fez Lucélia perder seu emprego, além de piorar suas condições de saúde, chegando a emagrecer 33 quilos, e com o constante uso do celular passou a ter problemas de tremedeira nas mãos.

Ao ser internada, identificaram distúrbios ocasionados pelo uso excessivo da internet que levou Lucélia migrar para um mundo irreal, como se fizesse uso de drogas. Com o avanço do tratamento, Lucélia gradativamente está melhorando, já ganhou quatro quilos e permanece acompanhada por médicos e psicólogos.

Leave a Reply