Seg - Sex 07:00-20:00
Seg - Sex 07:00-20:00

Vulnerabilidade VENOM pode gerar falha de segurança em ambientes virtualizados

Vulnerabilidade VENOM pode gerar falha de segurança em ambientes virtualizados

Foi relatado recentemente sobre um bug de segurança grave que pode atingir os ambientes computacionais virtualizados de corporações e datacenters em todo o mundo através da vulnerabilidade conhecida como VENOM (sigla do inglês, Virtualized Environment Neglected Operations Manipulation – Manipulação de Operações Negligenciadas em Ambiente Virtualizado), que trata especificamente de uma área negligenciada do sistema nas plataformas Xen, KVM , VirtualBox da Oracle e o cliente nativo QEMU (de código aberto).
 
Nos casos de VMware, Microsoft Hyper-V e Bochs não apresentam essa falha, que tem sua origem em grande parte dos ambientes que agrupam diferentes serviços e clientes no mesmo servidor, e para separá-los, utilizam as soluções de máquinas virtuais (origem da sigla VM, do inglês, Virtual Machine).
 
O ataque do cibercriminoso, tendo como requisito que o mesmo possua privilégios administrativos no sistema operacional virtualizado, pode partir da unidade virtual de disquete entre a comunicação da porta de entrada e saída do seu controlador, que na maioria das vezes é ignorado pelo gestor da rede, e assim disparar comandos de ler, gravar, procurar, formatar, entre outros, atingindo o host com uma pane para comprometer suas instâncias.
 
Na sequência da ação do invasor, poderão ser propagados ataques de movimento lateral contra o ambiente do host, atingindo e pondo em risco demais hosts e instâncias virtuais, além de assumir o controle e lançar outros ataques na rede.
 
Apesar desta falha já ter sido identificada desde o ano de 2004, os fabricantes evitaram comentar da sua existência até hoje, pois até então não dispunham de uma correção definitiva, que agora finalmente está solucionada.
 

Leave a Reply